O Grêmio foi denunciado por injúria racial e será julgado na próxima sexta-feira (17), às 14h. A acusação é por conta do vídeo gravado na partida contra o Fluminense, em que uma torcedora chama o atacante Yoni González de macaco.

Apesar de o xingamento não ter sido relatado em súmula, o texto do STJD, falando sobre o caso, descreve a infração como grave e que pode ser confirmada com a prova de vídeo.

No documento, também é lembrado que o Grêmio já viveu situação semelhante em 2014, quando torcedores ofenderam o goleiro Aranha, que defendia o Santos. Na época, o tricolor perdeu três pontos da partida e foi eliminado da Copa do Brasil.

O tricolor não corre riscos de perder pontos, a pena máxima, caso o clube seja condenado, será uma multa de R$100 mil. A diretoria gremista busca imagens para identificar os culpados.

 

Foto: Facebook/ Reprodução