Na entrevista coletiva após o empate com o São Paulo, Renato avaliou que o resultado do jogo foi justo pelo que as duas equipes realizaram no jogo.

Para o técnico, o empate foi bom para o Grêmio. “O empate tá de bom tamanho, porque o grêmio continua no G-4 e a gente sabe que o nosso grande adversário por essa vaga é o São Paulo”, analisou.

Apesar disso, ele ressaltou que a sua equipe entrou buscando a vitória e classificou o gol de empate, contra de Michel, como uma infelicidade.

Perguntado sobre reforços para 2019, Renato deixou em aberto a sua permanência no clube. “Eu sei que é o trabalho do técnico, mas do técnico que esteja no clube. Eu posso continuar no Grêmio, posso dar uma lista de reforços, de repente vem um outro treinador, o treinador não gosta de nenhum daqueles jogadores”, respondeu.

Ele defendeu que neste momento considera mais importante conquistar a vaga no G-4 do que renovar o seu contrato e negou ter feito qualquer pedido salarial ou de luvas à direção gremista.

“O presidente me entregou a proposta, vou pensar com carinho, ainda não entreguei a minha”, resumiu.

 

Foto: Lucas Uebel/ Grêmio