O vice-líder do governo na Câmara, deputado Marco Feliciano (Podemos-SP) protocolou o pedido de impeachment do general Hamilton Mourão, vice-presidente da república.

Pelo Twitter, o parlamentar anunciou a medida, dizendo que foi “um tiro de alerta” e lembrando que Dilma Rousseff teve 19 pedidos protocolados antes daquele que resultou em sua queda.

Para Feliciano, Mourão não tem uma postura leal com o presidente Jair Bolsonaro, entre os exemplos, ele utilizou curtidas em postagens no Twitter.

O líder do Podemos no Senado, Álvaro Dias, afirmou que a medida de Feliciano foi individual e que o partido não está de acordo.

 

Foto: Twitter/ Reprodução