Nesta quarta-feira (22), o presidente Jair Bolsonaro publicou um novo decreto sobre armas, alterando pontos que foram questionados na Justiça, no Congresso e ‘pela sociedade em geral’, diz comunicado do Planalto. Segundo governo, cidadãos não terão direito ao porte de fuzis, carabinas ou espingardas.

O Rio Grande em Movimento entrevistou o consultor em segurança Tempsey Magaldi, confira: