O Festival de Cinema de Gramado irá exibir na mostra competitiva o curta Gaúcho “Quero ir para Los Angeles”. A obra produzida em Porto Alegre conta a história de uma universitária jovem negra que decide fazer sua primeira viagem internacional. A personagem principal, Maria, define Los Angeles como seu destino. Mas para que esse sonho se realize, ela irá passar maus bocados que abordam a realidade da mulher negra no Brasil.

O curta foi feito segundo a diretora, Juh Balhego, a partir de um conto que ela mesma escreveu e que foi se transformando, passando por algumas etapas até chegar no curta. A diretora que também assumiu o papel de roteirista, se tornou a primeira diretora negra a apresentar um curta gaúcho. ” É um sentimento ambíguo, estou muito feliz por poder apresenta-lo no Festival de Cinema de Gramado, no Rio Grande do Sul, na minha casa. Mas fico bem reflexiva nessa questão de ser a primeira diretora negra, porque isso é reflexo dos 400 anos de escravidão no Brasil, que dificultaram o acesso aos meios de criação, o filme trás isso também, causa a reflexão da meritocracia.” disse a diretora.

O curta será exibido na mostra no dia 17 às 13h.

Foto: Divulgação