A final da Conferência Leste da Liga Gaúcha 3 de Futsal agitou as dependências do Complexo Esportivo DC, em Pelotas na região sul do estado. Pelotas e XV de Novembro protagonizaram um grande jogo, de alto nível técnico e vários acontecimentos.

Cerca de 1.200 torcedores puderam acompanhar um jogo que teve de tudo! Briga, polícia, falta de luz, um verdadeiro campeonato raiz de interior. O primeiro tempo foi todo do Pelotas, que abriu o placar logo no inicio de jogo com Rafael Almeida, porém, o fornecimento de energia elétrica foi interrompido no meio do primeiro tempo no ginásio, e não só nas dependências do complexo. Mais de 70 mil clientes ficaram sem energia na cidade devido a atos de vandalismo em uma torre de energia na hora em que o jogo estava rolando.

Durante cerca de três horas, torcedores, imprensa, jogadores e a coordenação da liga aguardaram o retorno da partida. O jogo não foi adiado a pedido da direção do XV de Novembro de Vila Maria, e por volta das 23h50min, a luz retornou e a partida foi reiniciada. A transmissão da RDC TV também foi afetada devido a falta de energia.

O jogo reiniciou e o XV foi para cima, e empatou o jogo com Luft. O Pelotas reagiu mais tarde, novamente com gol de Rafael Almeida, o artilheiro da Liga Gaúcha 3 com 33 gols na temporada 2019. Cerca de 700 torcedores ainda estavam em quadra torcendo mesmo após 3 horas de paralisação da partida.

O segundo tempo foi morno, poucas chances reais de gol para os dois lados e muitas faltas. O XV de Novembro e o Pelotas se trancaram, e o placar não foi alterado. A partida foi para a prorrogação, na qual o Pelotas tinha a vantagem do empate, e Ângelo, faltando 1:40 para o final do segundo tempo da prorrogação, abriu o marcador e definiu o título para a equipe visitante, e levou a taça da Conferencia Leste da Liga Gaúcha 3 de Futsal. A equipe agora enfrenta o Cerro, que venceu a AVF na final da Conferencia Oeste, para decidirem quem leva a taça da Liga Gaúcha 3 de Futsal.