Além de Braian Romero, o Inter também apresentou nesta sexta-feira o centroavante Mikael, de 23 anos. Destaque no Sport, o atacante, que retorna ao futebol brasileiro após passagem apagada pela Itália, comentou sobre um problema que acompanha sua carreira: a balança.

“Meu histórico na parte física é mais quando estava nas férias, tinha uma mentalidade diferente. Mas durante a competição meu peso está sempre regular. Infelizmente passei por isso na Salernitana. Sei que errei, mas sei que perco peso muito rápido e chego à minha condição física perfeita em pouco tempo”, explicou Mikael.

Canhoto e forte fisicamente, o novo centroavante do Inter chega para brigar por posição, além de Romero, com Alemão. “Eu venho acompanhando alguns jogos, o Alemão está crescendo bastante. Torço muito para que ele consiga desenvolver cada vez mais o bom futebol que a gente sabe que ele tem. Só quem tem a ganhar é o clube. A variedade também, sou um cara mais fixo, mas não fico muito só dentro da área, procuro jogar também”, avaliou.

O novo centroavante ainda revelou estar ciente da dimensão que será vestir a camiseta colorada. “Nasci no Maranhão, mas fui embora com 6 meses para o Mato Grosso. E nessa cidade que é pequena, tem mais ou menos 12 mil habitantes, só tem gremista e colorado. Aprendi desde cedo essa rivalidade e o tamanho do Inter no futebol brasileiro e mundial. No momento que surgiu essa oportunidade, não pensei duas vezes”, concluiu o novo camisa 32 colorado.

Foto: SC Internacional

 

 

Compartilhe essa notícia: