Raúl Cáceres atuou no empate em 2 a 2 do América contra o Goiás na última rodada. Foto: Estevão Germano / América

Em busca de uma vaga na Sul-Americana e, quiçá, Libertadores, o América-MG recebe o Internacional na tarde de quarta-feira (02). No Independência, o Coelho conta com o apoio da torcida para garantir os três pontos. Todavia, o lateral-direito da equipe reconhece a dificuldade do confronto: “vai ser um jogo muito difícil”.

Na 11ª colocação, com 34 pontos, o time comandado por Vagner Mancini ainda tem chances matemáticas de garantir a vaga para a Libertadores. Faltando quatro rodadas para o encerramento da Série A, o Coelho tem pouco mais de 9% de chances de classificação. De acordo com Cáceres, o objetivo da equipe é uma competição internacional.

A última partida do América serviu de aprendizado para a equipe. O empate em 2 a 2 contra o Goiás mostrou um bom rendimento do time, porém há pontos de melhora: “eu acho que a gente tem que manter a mesma atitude que a gente teve contra o Goías, mas melhorar um pouco a concentração”, disse.

Cáceres ainda elogiou a equipe de Mano Menezes: “um time que tem muita qualidade”. Não à toa. Na vice-liderança da Série A, o time já garantiu vaga para a fase de grupos da Libertadores de forma antecipada e mantém uma sequência de 13 jogos sem perder.

Compartilhe essa notícia: