Caxias e Juventude entram em campo nesta segunda-feira, no estádio Centenário, às 20h, com apenas um ponto de diferença entre eles. O jogo é válido pela rodada dos clássicos do Campeonato Gaúcho 2021. Inegavelmente, não há favoritos neste duelo. Após um começo irregular, com um time em reconstrução, o Juventude chega em busca da vaga no G4. Já o Caxias começou bem o estadual e possui bons números, mas sofreu uma goleada de 3 a 0 na semana passada, fato este que ligou o alerta.

Para o clássico CAJU 285, os treinadores fazem mistério nas escalações. O grande tema nesses últimos dias no Alfredo Jaconi e no Centenário é o desgaste físico dos elencos. Por esse motivo, o técnico Marquinhos Santos, do verdão, afirmou poder preservar até sete titulares, pois na quinta-feira tem jogo pela 2ª fase da Copa do Brasil.

Por outro lado, o técnico Rafael Lacerda também tem problemas. Nas últimas duas rodadas, quatro jogadores ficaram de fora: Juliano (volante), Guilherme Mattis (zagueiro), Carlos Alberto (volante) e Mila (atacante). O atacante Mazola com desgaste físico não começou o duelo contra o Novo Hamburgo, mas entrou no decorrer do segundo tempo.

O clássico pode ser a afirmação do Juventude para entrar no G4. Para o Grená pode ser um passo importante para garantir vaga novamente nas semifinais do Gauchão, o qual, em 2020 foi vice-campeão com Lacerda no comando.

Fora de campo, os números podem servir de motivação. Há 18 anos, o Juventude não vence no estádio Centenário um clássico pelo Campeonato Gaúcho. O último foi em 2003 por 5 a 3. Já o Caxias, em 2020 saiu derrotado no CAJU do Gauchão, no Estádio Alfredo Jaconi, por 2 a 0 e perdeu a invencibilidade de cinco anos.

Fonte: Peleia FC

Foto: Arthur Dallegrave/Arquivo/Juventude

Compartilhe essa notícia: