Maior vencedor da história do beach tennis, o italiano Alex Mingozzi é um dos grandes responsáveis pelo crescimento da modalidade no Brasil. Há 8 anos no país, o capitão da Seleção Brasileira foi atração do RDC Esporte nesta quinta-feira (30), véspera do ínicio da Super Cup de Beach Tennis, que contará com transmissão da RDC TV.

“Quando me mudei o esporte já estava começando a pegar, mas não deste jeito. Agora está sendo praticado em todo lugar. É um sucesso, porque é um esporte muito fácil de jogar, é imediato. É um esporte que explodiu ainda mais na pandemia, porque sendo um esporte ao ar livre, não tem muito contato. Explodiu realmente, está em um patamar que não imaginávamos”, celebrou Mingozzi.

A história de como o “Roger Federer do Beach Tennis” veio parar no Brasil é curiosa. Em 2013, em um torneio em Porto Seguro, na Bahia, ele conheceu a gaúcha Mariana Aquino, sua futura esposa. “Começou o namoro, e na hora de decidir o que fazer, se iríamos para a Itália ou para o Brasil, eu, que já trabalhava com isso – na Itália tem várias escolas de beach tennis -, pensei que no Brasil poderia fazer o que já fazia na Itália, criar escolas”, contou.

Após fixar residência em Porto Alegre, em 2015, Mingozzi passou a compartilhar sua experiência no beach tennis com uma nova geração de atletas. Em 2018, virou capitão da Seleção Brasileira, mudando a metodologia de trabalho, que resultou no bicampeonato mundial na Rússia, em 2018 e 2019. Somado ao crescimento do número de praticantes amadores, o país se tornou uma referência na modalidade. “Hoje com certeza o Brasil é o país do Beach Tennis. Não tem país no mundo que tem dado essa importância”, concluiu.

 

 

Compartilhe essa notícia: