No Grenal de número 421, válido pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, em que Renato Portaluppi e Odair Hellmann mandaram times reservas e mistos, respectivamente, mais uma vez o resultado foi um empate no Estádio Beira-Rio.

O jogo começou com controle do Grêmio, mas a posse de bola não tinha efetividade. A primeira chance do jogo veio num contra-ataque do Inter, quando Edenilson entrou livre pela direita e ficou na cara de Julio Cesar, o goleiro defendeu, Wellington Silva chutou no rebote, mas o arqueiro ficou com a bola. A partir daí, o jogo não teve comando, os dois times tinham a bola mas sem muitas chances claras.

Tudo mudou aos 20 minutos da primeira etapa, quando Wellington Silva sofreu falta na ponta esquerda do ataque colorado. Um minuto depois, Rafael Sóbis cobrou, Paulo Miranda desviou e marcou contra, tirando todas as chances de defesa do goleiro Júlio Cesar.

Depois do gol, o Internacional preferiu apenas segurar o resultado e a primeira chance de efetiva do tricolor veio só aos 31 minutos de primeiro tempo, quando David Braz arriscou de fora da área e a bola saiu ao lado direito de Danilo Fernandes. Segundos antes, o Inter havia perdido o zagueiro Emerson Santos, que com uma lesão muscular, tinha dado lugar a Klaus.

Já no segundo tempo, os dois times voltaram com as mesmas equipes e com o mesmo planejamento. Grêmio e Inter tinham a bola, mas com poucas oportunidades. Só que aos 15 minutos de jogo, Renato Portaluppi resolveu ousar: tirou Rafael Galhardo para colocar o atacante Everton Cebolinha. A ousadia deu certo, porque 11 minutos depois Luan deixou tudo igual no marcador com um gol de cabeça, num cruzamento de Juninho Capixaba. Com o gol, o camisa 7 empatou com Renato Portaluppi no número de gols na história pelo Grêmio, com 74 bolas na rede.

Depois do gol, o momento era do Grêmio. Nos acréscimos foi a vez de Pepê, que chutou mas Danilo Fernandes fez milagre. Na sobra, Pepê chutou novamente, mas Danilo Fernandes fez com que o jogo ficasse no 1×1.

Nos acréscimos, ainda tivemos cenas lamentáveis: Edenilson e Rômulo brigaram dentro de campo, Odair Hellmann, Renato Portaluppi e Alexandre Mendes fora dele. A confusão gerou cartões amarelos para os dois jogadores.

Com o empate, o Internacional fica com 17 pontos e o Grêmio com 15 no Campeonato Brasileiro. O Colorado volta a campo na quarta-feira, contra o Nacional-URU, pela Libertadores fora de casa. Já o Tricolor recebe o Libertad, também pela Libertadores, na quinta-feira.

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

FICHA TÉCNICA – INTERNACIONAL 1 X  GRÊMIO

Data/Hora: 20/07/19, ás 19h00 (horário de Brasília).

Local: Beira-Rio, Porto Alegre (RS).

Público/Renda: 38.201, R$ 1.697.655,00

Árbitro principal: Anderson Daronco.

Cartões amarelos: Heitor, Edenílson (INT),  Thaciano e Rômulo (GRE).

Gols: Paulo Miranda (contra, 21’1ºT.) e Luan (25’2ºT).

Internacional: Danilo Fernandes; Heitor, Emerson Santos (Klaus, 30’1ºT ), Victor Cuesta e Natanael; Rodrigo Lindoso, Edenilson e Nonato (Pedro Lucas, 33’2ºT); Wellington Silva e Guilherme Parede (Patrick, 19’2ºT); Rafael Sóbis.

Grêmio: Júlio Cesar; Leo Moura, Paulo Miranda, David Braz e Juninho Capixaba; Rômulo e Thaciano; Pepê, Luan e Rafael Galhardo (Everton, 14’2ºT); Diego Tardelli (Darlan, 34’2ºT).