Grêmio e Inter possuem uma longa lista de jogadores cujos vínculos se encerram ainda esse ano. Apesar de uma parte relevante dos atletas estarem nessa condição pelos contratos de empréstimo, alguns nomes chamam a atenção pela possibilidade de assinarem um pré-contrato com outros clubes ainda no meio do ano.

Esse é o caso de Geromel e Kannemann, por exemplo. Apesar do clube tratar como difícil eventuais saídas, a partir de julho ambos poderiam assinar com outros times para se juntarem apenas no próximo ano. Por parte do Grêmio, a lista de atletas nessa situação tem ainda Diego Souza, Bobsin, Edílson, Leonardo Gomes, Matheus Frizzo, Michel, Elkeson e Phelippe Megiolaro. O número de jogadores é alto porque a diretoria avalia que as renovações devem aguardar até o clube ter indícios de como será a temporada de 2023.

Já pelo lado do Internacional, a lista de atletas com contrato definitivo é um pouco mais curta, contando com Moledo, Dourado, Mercado, Heitor, Boschilia e Natanael. A questão do Colorado é o número alto de atletas com vínculo por empréstimo, como Liziero, Carlos de Pena, Wanderson, Wesley Moraes, os quais os contratos se encerram no final do ano, além de Bruno Méndez e Vitão, com vínculo apenas até junho. O Inter negocia a contratação de Bruno, que tem o preço fixado em cerca de R$30 milhões, enquanto a situação de Vitão deve ser mais simples já que está emprestado pelo Shakhtar (Ucrânia), por conta dos conflitos.

Foto: Ricardo Duarte / Internacional

Compartilhe essa notícia: