Coração, cabeça e torcida. Com o retorno de Renato Portaluppi no lugar de Roger Machado, essa é a receita do presidente Romildo Bolzan Jr. para o Grêmio garantir o retorno à Série A do Campeonato Brasileiro. O mandatário gremista concedeu entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira, horas antes do jogo contra o Vila Nova, para falar sobre as mudanças no departamento de futebol e na comissão técnica.

“Esse jogo [contra o Vila Nova] é coração, cabeça fria e torcida. E esse jogo que estamos preparando para os 11 jogos. Não é a questão técnica mais que vai valer aqui, ou a preparação. O que vai valer aqui é se estamos prontos emocionalmente para fazer o que temos que fazer”, projetou o presidente.

Sobre Renato, Romildo refutou a expressão “salvador da pátria”, mas destacou as virtudes do ídolo gremista, até como uma forta de trazer o torcedor de volta para o lado da equipe. “Ele não é salvador da pátria. Ele é mais um agregador extremamente importante e relevante do que precisamos nessas 11 partidas. E aqui eu digo, não tem perfil, modelo, atitude e liderança mais importante para agregar neste contexto que precisamos do que o Renato”, destacou.

Junto com Renato, chega seu auxiliar técnico Alexandre Mendes. Além de Roger, também deixaram o clube a sua comissão técnica, o vice-presidente de futebol Dênis Abrahão e o diretor de futebol Sérgio Vásques.

Foto: Bárbara Assmann/Grêmio FBPA

Compartilhe essa notícia: