Se antes Daniel era cogitado para o banco de reservas, com Mano Menezes o arqueiro é titular incontestável. Em sete partidas, levou apenas quatro gols, o que significa uma média de 0,6 por jogo. Mas mais importante que isso, com o novo comandante o goleiro não foi vazado em mais de metade dos jogos.

Com Alexander Medina, o Internacional tinha levado mais gols do que feito. Diante do Globo, Daniel levou um ‘frango’, o que gerou muitas críticas da torcida e, inclusive, foi culpado pela eliminação. Com Mano, a história é diferente: o goleiro não cometeu nenhum erro defensivo grave e tem 31 defesas, o que representa 4,4 por jogo, uma média elevada, além de ter 89% de bolas defendidas.

Em sete jogos, Daniel levou quatro gols e não foi vazado em quatro jogos – Fluminense, Avaí e nas duas contra o Independiente Medellín. Em apenas uma partida o arqueiro levou mais de um gol, contra o Corinthians. Contra o Guaireña e Juventude viu suas redes balançarem em apenas uma oportunidade.

Confira os números de Daniel

  • 7 jogos
  • 4 gols sofridos (0.6 / j)
  • 31 defesas (4.4 / j)
  • 89% bolas defendidas
  • 57% jogos sem sofrer gols
  • 0 erros defensivos graves

Os dados são um levantamento da plataforma de análise de dados SofaScore.

Foto: Ricardo Duarte/SC Internacional

Compartilhe essa notícia: