O time de Roger ainda não convenceu a maioria dos torcedores e muito disso passa pelo desempenho ofensivo do Grêmio. Com uma média inferior a 1 gol por jogo na Série B, a equipe apresenta dificuldades para botar a bola dentro da rede na maioria dos jogos, mas a situação se torna ainda pior fora de casa.

Jogando como visitante, o Grêmio disputou 7 partidas pela competição e marcou apenas 2 gols: com Elias na vitória sobre o Operário e Diego Souza no empate com o Ituano. Tirando essas duas ocasiões, o time não marcou mais gols e, com isso, empata com CSA e Sampaio Corrêa como os piores ataques entre os visitantes da Série B, com uma média de apenas 0,28 gols por jogo (CRB e Londrina possuem o mesmo número de gols, mas com menos jogos). 

Os números assustam e Roger deve pensar em soluções antes que a estatística comece a pesar de fato como um ponto negativo na temporada tricolor. Isso porque o Grêmio ainda foi capaz de empatar 4 dos 5 jogos que ficou sem marcar gols fora de casa, conseguindo manter um aproveitamento de 38% (considerado alto para números ofensivos tão fracos).

O técnico Roger Machado terá a oportunidade de melhorar os números justamente nesta quinta-feira (23), quando enfrentará o CSA fora de casa, em Maceió. A oportunidade pode ser boa, levando em consideração que o time alagoano tem apenas 2 vitórias em 6 jogos como mandante, mas ao mesmo tempo empatou a maioria dessas partidas.

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Compartilhe essa notícia: