Principal marca do trabalho de Roger Machado, o desempenho defensivo da equipe do Grêmio é surpreendente. Após jogar em desvantagem por mais de uma hora, com a expulsão de Bitello, a defesa conseguiu mais uma vez sair sem ser vazada e foi responsável pelo time retornar com um ponto na bagagem.

Nas vinte e uma partidas que o Grêmio disputou na Série B, a equipe sofreu apenas sete gols e nunca foi vazada mais que uma vez por partida. Os números surpreendem e, com uma média de apenas 0,3 gols sofridos por jogo, a campanha tricolor pode bater marcas importantes da história dos pontos corridos.

A melhor campanha defensiva da história da Série B pertence à Chapecoense, que no ano de 2020 terminou a competição com apenas vinte e um gols sofridos. Na história dos pontos corridos, entre Séries A e B, o São Paulo de 2007 que detém a melhor defesa quando, sob o comando de Muricy, fechou as trinta e oito rodadas sendo vazado apenas dezenove vezes.

Caso mantenha a média de gols sofridos atual, o Grêmio terminaria o campeonato sendo vazado apenas treze vezes, algo inédito. O feito deve ser valorizado, considerando que Kannemann, ídolo e titular absoluto, atuou em apenas três partidas da temporada e mesmo assim Bruno Alves conseguiu manter o bom nível do setor.

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Compartilhe essa notícia: