O Goiás prega muito respeito ao Inter para o jogo de hoje à noite, às 20h30min, no Estádio da Serrinha, em Goiânia, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Pelo menos é o que transpareceu o ídolo do clube e vice-presidente Harlei Menezes, em entrevista exclusiva ao RDC Esporte nesta quarta-feira.

Questionado sobre a dificuldade de enfrentar o Inter, que não perde há 15 partidas, o ex-goleiro elogiou bastante o adversário desta noite, inclusive enquanto instituição. “Sem dúvida nenhuma que essa invencibilidade do Internacional é fruto de muito trabalho. O Inter é um clube a ser espelhado, sempre um adversário duríssimo, sempre candidatíssimo a ganhar tudo que disputa”, ressaltou Harlei.

Assim como o colorado, o Goiás também chega para a partida em um bom momento, embora seja apenas o 14º colocado da Série A. O esmeraldino ainda não perdeu jogando em casa na competição, e vem de uma invencibilidade de 5 jogos, contando também a classificação sobre o Red Bull Bragantino na Copa do Brasil, após vitória no tempo normal e nos pênaltis, em Bragança Paulista.

Muito disso passa pelo técnico Jair Ventura, que chegou no início do Brasileirão. Harlei destacou que os últimos trabalhos do treinador, em equipes de condição similar ao do Goiás, como o Juventude, foram decisivos para a escolha do clube. “A grande motivação de trazer o Jair foram os últimos trabalhos dele, com equipes que não atuavam na primeira parte da tabela, mas equipes sempre muito bem organizadas, muito bem distribuídas dentro de campo. E acima de tudo fazer um trabalho com atletas que precisavam de uma construção de identidade, em um clube que estava voltando para a Série A. Graças a Deus as coisas começaram a acontecer logo de imediato”, comemorou.

Harlei enfatiza também a entrega do grupo de atletas como ponto fundamental para os últimos resultados, conquistados “a troco de muito esforço e luta”. Diante disso, a aspiração do clube segue sendo apenas evitar o rebaixamento para a Série B, de onde veio na temporada passada? “Pensamos jogo a jogo. É lógico que temos sonhos grandes. Montamos uma equipe não só para permanecer na Série A. Estamos pensando em algo maior, até porque queremos tirar o Goiás dessa situação de sobe e desce que incomoda muito o torcedor”, ponderou o ídolo esmeraldino.

 

Compartilhe essa notícia: