O Interacional iniciou a retirada das cadeiras do setor sul do anel inferior do Beira-Rio, local onde normalmente fica a Popular.

Segundo as informações do clube, a medida permitirá a permanência de 5 mil pessoas em pé, número máximo permitido para a legislação.

A retirada das cadeiras é um pedido antigo de parte da torcida, e, segundo o diretor de patrimônio do clube, Marcelo Poloni, passou por uma criteriosa análise para verificar se a possibilidade.

“Logo que a gente assumiu, contratamos uma empresa especializada no assunto que começou a fazer os estudos e projetos de viabilidade técnica. A partir desse estudo, começamos a debater internamente entre as áreas do Clube. Questões como tamanho da área, capacidade, setor e, obviamente, a segurança do torcedor”, relatou o dirigente.

Em outubro, a diretoria colorada teve uma reunião com o o Comando-Geral do Corpo de Bombeiros para discutir o tema. Na época, ficou definido que cumprindo as normas de segurança e prevenção contra incêndio poderia retirar as cadeiras.

 

Foto: Inter/ Divulgação