Na tarde deste domingo (07), o Internacional sofreu uma amarga derrota para o Fortaleza. Com o placar de 3 a 0, o que chamou a atenção foi que o Colorado estava com um jogador a mais durante 60 minutos e mesmo assim não conseguiu impedir a derrota. Algo que não é novidade para a equipe no Brasileirão.

Nas três oportunidades em que esteve com um jogador a mais que seu adversário no campeonato, o Colorado não conseguiu transformar a superioridade numérica em resultado. Além do Leão, o Inter passou pela mesma situação na derrota de 3 a 2 para o Botafogo, quando Philipe Sampaio foi expulso aos 7 minutos do primeiro tempo, e também contra o Cuiabá, que na ocasião teve o lateral João Lucas expulso aos 36 minutos da segunda etapa.

Ao todo, o Internacional teve um total de 152 minutos contra os adversários desfalcados e não conseguiu vencer de nenhum deles. Contudo, pela Sul-Americana, foco da equipe nesta semana, a situação é mais animadora. Na competição, foram duas partidas que o Colorado teve adversários com jogadores expulsos, diante do Guaireña (fora de casa) e do 9 de Octubre (no Beira-Rio). Com ambos saindo no início da segunda etapa, o Inter conseguiu uma vitória e um empate.

Retornando do Ceará, a equipe de Mano Menezes agora volta sua atenção para o duelo das quartas de final da Sul-Americana. Se o problema da equipe no Brasileirão é jogar contra adversários desfalcados, o Inter agora deve lidar com a expulsão de Alemão no jogo de ida.

Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Compartilhe essa notícia: