O clima no CT Parque Gigante na manhã desta quarta-feira (1) foi de tensão. Os jogadores do Internacional se recusaram a treinar devido a questões de atraso dos direitos de imagem. A direção colorada ainda não se manifestou sobre o caso.

Previsto para às 9h45, o treino não aconteceu. Por volta das 10h30, os jogadores começaram a deixar o CT e, logo em seguida, o vice de futebol, Emílio Papaléo Zin chegou. A atividade foi remarcada para às 15h, com reapresentação às 14h30.

O boicote tem motivação nos direitos de imagem que estão atrasados há cerca de três meses. Essa parte deve girar em torno de 40% do salário total dos atletas. O atraso não atinge todo o elenco.

Até o momento da publicação desta matéria, o Internacional não se manifestou sobre o caso.

Foto: Ricardo Duarte/SC Internacional 

Compartilhe essa notícia: