Com o cartão amarelo contra o Londrina, Kannemann poderá entrar em campo contra o Náutico. FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Devido a recuperação da cirurgia no quadril e lesões na panturrilha, Kannemann passou a maior parte da temporada no DM do Grêmio. Atuando em seis jogos do Tricolor na temporada, o zagueiro recebeu cartão amarelo em cinco deles.

A única partida em que Kannemann não foi advertido com cartão foi no jogo válido pela 11ª rodada da Série B, contra o Novorizontino. O zagueiro de 31 anos atuou nos 90 minutos e cometeu cinco faltas, a partida terminou com vitória Tricolor com o resultado de 2 a 0. 

Antes do primeiro confronto contra o Novorizontino, Kannemann já havia atuado em duas partidas, contra o Vasco, um empate sem gols na décima rodada da Série B, e contra o Glória de Vacaria, vitória do Grêmio no placar de 5 a 0. Nas duas oportunidades, o argentino recebeu um cartão amarelo. 

A partida contra o Glória marcou a final da Recopa Gaúcha e o retorno do zagueiro após a sua cirurgia no quadril, que o deixou cinco meses afastado dos gramados. Após os seus três primeiros jogos na temporada, Kannemann recebeu cartões em todas as partidas em que disputou, sendo contra Sport e Sampaio Corrêa e Londrina, respectivamente.

Contra o Sport, o zagueiro recebeu dois cartões amarelos e a suspensão, consequentemente. Em partida contra o Sampaio Corrêa, Kannemann recebeu um cartão amarelo e ficou pendurado na competição. No último confronto Tricolor, contra o Londrina, Kannemann recebeu um cartão amarelo logo no início da partida, e ficará suspenso no próximo encontro Tricolor, contra o Bahia, em confronto direto na disputa da segunda posição da tabela na Série B.

Compartilhe essa notícia: