As comemorações do aniversário do Grêmio, 116 anos completados domingo, seguiram nesta terça-feira (17). E dois ídolos receberam o presente, o ex-ponta-esquerdo Loivo e o zagueiro Pedro Geromel. Eles deixaram as marcas de seus pés na Calçada da Fama do Tricolor. A homenagem aconteceu no fim da tarde, com a presença de torcedores, dirigentes e conselheiros.

Ao agradecer, Loivo se declarou ao clube. “Sou gremista desde pequeno e honrei essa camisa por dez anos. Se eu pudesse dar a vida pelo Grêmio, eu daria”, afirmou. Loivo defendeu o Grêmio por 10 anos, entre 1967 e 1977. É o oitavo jogador que mais vestiu a camisa tricolor, tendo atuado em 427 partidas, marcou 77 gols. Foi campeão gaúcho em 1967 e 1968, quando o Grêmio conquistou o heptacampeonato.

Geromel também ficou bastante emocionado. “Estou muito orgulhoso de estar aqui hoje. A única palavra que me vem é ‘gratidão’. Esse momento vai ficar marcado para sempre na minha vida. Fiz questão de trazer os meus filhos para acompanharem este momento, para eles entenderem que a gente passa, mas a história fica”, agradeceu.

O zagueiro chegou à Arena em 2014 e acumulou faixas pelo Grêmio. Conquistou a Copa do Brasil de 2016, a Libertadores de 2017, a Recopa Sul-Americana de 2018, o Gauchão de 2018 e 2019, além da Recopa Gaúcha deste ano.

 

Foto: Lucas Uebel/ Grêmio