Dentro do processo de gestão de elenco, a escolha de Mano Menezes por Rodrigo Moledo e Gabriel Mercado na zaga, deixando Vitão no banco de reservas, chamou atenção na vitória do Inter por 1 a 0 sobre o América-MG. Após a partida, o técnico colorado explicou de que forma pretende conduzir as escolhas no setor, que sofrem influência dos dois próximos jogos do Inter fora de casa, que serão em gramado sintético, contra Athletico-PR e Palmeiras.

“Hoje chamei os zagueiros. Pretendo nos jogos fazer um aproveitamento mais escalonado. Valeu para Vitão. Não queria usar Moledo no gramado sintético. Tivemos a observação de colocá-lo aqui, em um gramado mais normal, que para ele é melhor. Fez um grande jogo. Teremos dois gramados sintéticos nos próximos jogos. Até nisso precisamos pensar”, explicou Mano.

Além de Moledo, o técnico colorado adiantou que Mercado também deverá preservado contra o Athletico-PR, sábado, na Arena da Baixada. “Provavelmente no próximo jogo joguem Vitão e Kaique [Rocha]. Vamos ver ainda, vamos avaliar bem. Mercado também estava numa condição de limite no intervalo do jogo contra o Colo-Colo, foi para o 2º tempo, suplantou bem, não teve consequência. Mas esse negócio uma hora aparece. É que nem dívida, conta para pagar, uma hora entra por baixo da porta aquele envelope amarelo. Não tem jeito”, brincou Mano.

O técnico do Inter enfatizou que é muito sincero com os atletas sobre essas escolhas, ainda que nem sempre as abra para a imprensa. “Tudo isso está dentro do contexto. Às vezes não abordamos porque estrategicamente não podemos abordar. Mas o jogadores tem consciência disso, tem clareza, porque explico a eles para entenderem o processo. Essa transparência faz com que a gente consiga passar por todos esses momentos que precisamos passar”, concluiu o treinador.

Foto: Ricardo Duarte/SC Internacional

Compartilhe essa notícia: