Renato disse na sua primeira coletiva do ano que tinha a informação que uma proposta de 50 milhões de euros chegaria para o atacante Everton.

Tanto, que ficou surpreso ao saber que o Grêmio não recebeu nada oficialmente.

“Não sei nem como não chegou, pelo que ele vem jogando. Jogador de Seleção Brasileira. Até foi bom porque eu tenho certeza que se ele voltar a jogar o futebol do ano passado, 50 milhões vão ser muito mais.”

Renato afirmou que, se não chegou ainda, mais cedo ou mais tarde vai chegar uma proposta pelo Everton. Só que aí é um problema do presidente. Ele é quem decide se vende o jogador ou não.

“O meu trabalho é formar os jogadores para ganhar títulos.”