Lateral-esquerdo do Inter jogou por seis temporadas no rubro-negro carioca. Foto: Ricardo Duarte/S.C. Internacional

O confronto do Inter com o Flamengo, nesta quarta-feira, às 21h30min, no Rio de Janeiro, será especial para Renê. O lateral-esquerdo colorado reencontrará seu ex-clube e ex-companheiros no Maracanã, onde atuou por seis temporadas, de 2017 até o início deste ano.

“Confesso que não gosto de jogar muitas vezes contra meus ex-companheiros, contra amigos na verdade. Mas o Flamengo está mudado, tem vários jogadores novos, e a gente sabe que quando entra em campo a amizade fica fora. Só pregamos respeito para não machucar ninguém com palavras ou com pancadas. Mas dentro de campo é cada um brigando pelo seu”, afirmou Renê.

Depois de um intervalo grande entre os jogos contra Atlético-GO e Red Bull Bragantino, o Inter vai para sua terceira partida em uma semana. Mas Renê evita se queixar. “Pegamos semanas cheias, conseguimos ajustar algumas coisas. Agora começou um jogo atrás do outro, sabemos que é complicado, acabamos tendo desfalques de um ou de outro. Mas quem joga há muitos anos aqui no futebol brasileiro sabe que é assim. Time que quer brigar lá em cima não pode reclamar do calendário”, opinou o lateral.

Um dos jogadores mais regulares do Inter, Renê vai para sua 30ª partida na temporada, sendo a 27ª pelo colorado – as outras três foram justamente pelo Flamengo. Pela equipe gaúcha, contribuiu até aqui com duas assistências. Mas o lateral se destaca principalmente na parte defensiva, em que colabora para que o time seja o segundo menos vazado do Campeonato Brasileiro, com 26 gols sofridos.

Compartilhe essa notícia: