O Inter tem um compromisso importante na tarde desta terça-feira (27), no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Serão julgadas as ações contra Odair Hellmann, Edenílson, o presidente do clube, Marcelo Medeiros, o vice, Roberto Melo, o diretor de futebol Rodrigo Caetano e o médico Carlos Poisl.

O julgamento é sobre os acontecimento das partidas contra o Santos, no Beira-Rio, e contra o Vasco, no Rio de Janeiro, quando o Inter reclamou muito das arbitragens.

Enquadrado em dois artigos, o técnico colorado pode receber até nove jogos de suspensão como pena. Já Edenílson, corre o risco de ser multado e suspenso em três jogos.

Medeiros e Melo podem pegar de 15 a 180 dias de suspensão, enquanto o médico, Carlos Poisl, se condenado pode ter que ficar fora de até seis partidas.

O caso mais grave é o de Rodrigo Caetano. Sobre ele, pesam três acusações que podem somar mais de um ano de pena.

 

Foto: Ricardo Duarte/ Inter