Adversário do Grêmio na sexta-feira (16), o Novorizontino vive um momento oposto na tabela de classificação da Série B. Na 13ª posição, com 33 pontos, apenas dois a mais que o primeiro time no Z-4, o Tigre precisa da vitória para respirar melhor na competição. O técnico Mazola Júnior revelou que a partida pode ser um “divisor de águas”.

O Novorizontino vem de uma sequência de cinco jogos sem vencer. A última vitória do Tigre foi há um mês, em 14 de agosto, quando fez 3 a 1 contra o Criciúma. Recém chegado ao clube, Mazola Júnior fará sua estreia justamente contra o tricolor gaúcho. Ele não esteve à frente do time na derrota contra o Sampaio Corrêa pois estava suspenso. O comandante, então, terá a semana cheia para focar na próxima rodada: “uma semana importante, não decisiva, mas o jogo com o Grêmio pode ser um divisor de águas”.

Mazola Júnior utilizará a semana para definir os titulares para a partida de sexta-feira: “Vamos trabalhar bem. Já estamos colocando a nossa metodologia de treinos e a nossa filosofia de jogo aos jogadores, e aqueles que entenderem melhor, e mais rápido, serão os que vão iniciar o jogo contra o Grêmio”, disse. O treinador ainda reconhece o momento vivido pelo tricolor no campeonato: “Clube grande, time muito bom, a injeção na parte psicológica que o Renato trouxe”.

O Novorizontino tem 32% de chances de rebaixamento para a Série C e conta com o novo treinador para respirar melhor na competição e se afastar do Z-4. A partida contra o Grêmio, válida pela 30ª rodada, ocorre na sexta-feira, às 21h30, no estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte.

Foto: Ozzair Jr/Novorizontino

Compartilhe essa notícia: