Diante do Cuiabá, a defesa do Inter voltou a não ser vazada. Muito disso passou pelo grande desempenho de Vitão. Ainda que exalte o sistema mais do que as individualidades, o técnico Mano Menezes não se furtou de elogiar o zagueiro depois da vitória no Beira-Rio.

“Construímos um sistema defensivo bom. Acredito mais no sistema do que nos jogadores individualmente. A partir de um bom sistema, de uma defesa bem postada, eles individualmente podem crescer”, iniciou Mano. “Ele [Vitão] vem demonstrando para todo o Brasil, de forma meio surpreendente, porque conhecíamos pouco, ser um zagueiro muito bom. Certamente se jogasse no centro do país, poderia ser lembrado para coisas maiores”, comentou.

Desde que chegou ao Inter, em abril, Vitão atuou em 26 partidas, todas como titular. Destas, em 13, exatamente a metade, a equipe não sofreu gols. O recorte recente é ainda mais expressivo: dos últimos 6 jogos, em 5 a defesa colorada não foi vazada.

A vinda de Vitão para o Inter ocorreu em razão da Guerra na Ucrânia. Com contrato ainda suspenso com o Shakhtar Donetsk, o zagueiro renovou em julho o vínculo com o colorado, que era de apenas três meses, até metade de 2023.

Foto: Ricardo Duarte/SC Internacional

Compartilhe essa notícia: