O corpo de uma adolescente de 15 foi encontrado na manhã deste sábado (30), no interior do município de Catuípe, no Noroeste do Rio Grande do Sul. Maria Eduarda Zambom estava desaparecido desde a tarde de sexta-feira (29). A jovem saiu de casa para ir ao colégio, mas não chegou ao local.

A polícia ainda investiga o caso, mas tem como principal suspeito o motorista que fazia o transporte escolar da garota. O delegado que trabalha no caso Gustavo Arais acredita que o crime tenha sido premeditado.
“Ela ia todos os dias para a escola, às 6h, de van ou kombi. Nesse dia, ele buscou ela com um carro particular. Os pais estavam dormindo e não viram quando ela saiu. Às 13h, como ela não voltou para casa, eles acionaram a polícia e nós começamos as buscas”, conta o delegado.

A polícia encontrou o carro do suspeito, de 52 anos, a cerca de 30 quilômetros do município. O veículo estava abandonado e a mochila da vítima estava próxima ao local. Não havia indícios de violência e nem marcas de sangue. Ainda durante a madrugada a polícia encontrou a blusa da vítima, não foi informado a distância, mas era longe do ponto onde foi encontrado o veículo.
O corpo da jovem foi encontrado pela Brigada Militar em outro local da cidade.

O delegado informou que a polícia pedirá a prisão temporária do suspeito do homicídio. Na sexta-feira, o homem foi hospitalizado com um corte no pescoço, com isso uma das suspeitas é que ele tenha tentado se suicidar após cometer o crime. O suspeito possui antecedentes por ameaça, ocorrida em 2004, e contravenção por portar uma faca, em 2013.

A polícia tentou ouvir o suspeito, mas não foi possível porque ele passou por cirurgia e estava sedado. O delegado explica que até o momento se sabe que ele buscou a vítima em casa, com o carro particular dele, por isso, por enquanto, é o principal suspeito. Ainda será feita a perícia para verificar se a garota foi vítima de violência sexual.

Foto: Jânio Fernandes/ Rádio Jornal da Manhã