A Prefeitura de Porto Alegre liberou, na noite dessa terça-feira (19), a abertura de bares, restaurantes, lancherias e similares na capital. A medida, prevista no Decreto 20.534/2020, permite que estabelecimentos do setor funcionem com 50% da ocupação, desde que respeitem a distância de dois metros entre os clientes e que forneça máscaras de proteção aos funcionários das empresas a fim de protegê-los durante o deslocamento, no transporte público. 

Também está autorizado, a partir desta semana, o funcionamento de estabelecimentos comerciais e de serviços, do Mercado Público, de shoppings, galerias e centros comerciais, de entidades sindicais, de museus e bibliotecas e de clubes de tiro. Cultos e missas estão liberados (limite máximo de 30 pessoas), segundo o decreto.

As restrições seguem impedidas para casas noturnas, pubs, boates, teatros, centros de treinamento, quadras esportivas (exceto para esportes individuais) e atividades de ensino (exceto aulas individuais).

Comerciantes e donos de restaurantes que já haviam feito pressão para a retomada das atividades comemoraram a decisão. Conforme a Presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) Maria Fernanda Tartoni, “no momento há três tipos de empresários, aqueles que estão confiantes com a abertura do comércio,  os que irão voltar às atividades com cautela utilizando principalmente os serviços de entrega e, por fim, os comerciantes receosos que optarão por esperar”, diz. 

De acordo com a presidente, o maior receio agora é o comportamento do consumidor que, além de estar com medo da Covid-19, também está em uma situação economicamente prejudicada. Para isso, Maria Fernanda aconselha que estabelecimentos estejam atentos aos números do negócio para que avaliem como o que pode ou não ser viável agora.

Situação da Covid-19 no Rio Grande do Sul

Porto Alegre é a cidade com maior número de casos confirmados no estado, 603 ao total, sendo 25 vítimas fatais.  A situação, no entanto, é considerada contida segundo modelo de distanciamento controlado imposto pelo governador Eduardo Leite e a capital se mantém com a bandeira laranja.

Nas outras cidades, nesta quarta-feira (20), o número de casos confirmados em 224 municípios no Rio Grande do Sul chega a 3798, totalizando 160 óbitos no estado.

No Brasil, de acordo com boletim do Ministério da Saúde divulgado nesta terça-feira (19), o país alcançou 1.179 novos registros de óbitos por Covid-19. Ao total, o território já acumula 271.628 casos confirmados, sendo 17.971 mortes confirmadas.

*Texto por: Lívia Rossa | Créditos foto: Luciano Lanes PMPA/Divulgação/RDCTV