Fotos: Jéssica Beltrame e Douglas Rosa

A sustentabilidade também é assunto para crianças em Gravataí. Estudantes do terceiro ano da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Presidente Tancredo Neves produziram um livro digital tratando sobre o assunto. A obra foi realizada por crianças com idades entre oito e dez anos e faz parte do projeto “Crianças em Ação”.

Neste semana, o livro foi apresentado ao prefeito de Gravataí, Luiz Zaffalon, que destacou a iniciativa. “Precisamos educar as nossas crianças para um futuro melhor, mais sustentável e com mais qualidade de vida”, comentou.

O projeto é mediado pela professora Juliane Zimmer. Ela destacou que a utilização de lousas digitais na escola foi um facilitador para o projeto. “A questão de buscar e ver os documentários na lousa com acesso à inclusão digital foi maravilhosa para a turma. No começo do ano, eu utilizava um notebook particular, em cima de um balde com caixinhas de som para que as crianças pudessem assistir aos vídeos”, salientou.

Juliane ainda explicou que a proposta vem sendo trabalhada com os estudantes desde o início do ano letivo, quando os alunos estudaram sobre identidade, dentro do projeto “Quem sou eu e o ambiente em que vivo”. Como parte do projeto, foi apresentado um documentário sobre a fauna da região, o que deu a ideia de produzir um livro contando a história do Capivarildo, a capivara que, com a ajuda das crianças, iria despoluir o Rio Gravataí.

Compartilhe essa notícia: