A Polícia Civil desarticulou um desmanche clandestino na tarde de quarta-feira (2), em Gravataí. A operação do grupo criminoso era localizada ao lado de um centro credenciado do Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Quatro pessoas foram presas em flagrante por receptação e adulteração de sinal identificador de veículo motor.

“Durante a vistoria realizada em um desmanche clandestino de veículos, situado ao lado de um Centro de Desmanches Veiculares (CDV) credenciado ao Detran, foi localizada uma porta secreta que ligava o pavilhão clandestino ao CDV. Diante deste fato, o local foi interditado”, explicaram os delegados Thiago Bennemann e Adriano Nonnenmacher.

Durante a ação, um veículo roubado no final de julho, na cidade de Canoas, foi localizado e apreendido. “O veículo estava sendo desmanchado por quatro pessoas no exato momento da chegada dos policiais civis, razão pela qual os indivíduos foram autuados em flagrante por receptação e adulteração de sinais identificadores, eis que o veículo estava com placas falsas, clonadas”, acrescentaram Bennemann e Nonnenmacher. Os delegados ressaltaram que, de acordo com a documentação apreendida no local, os quatro indivíduos presos são funcionários do Centro de Desmanches credenciado ao Detran.

Toneladas de peças automotivas entre motores, portas e carcaças de veículos foram encontradas. Os delegados enfatizaram a importância da ação em local com grande quantidade de peças sem procedência, utilizando como subterfúgio o credenciamento junto a órgãos administrativos para a prática de crimes patrimoniais.

 

Foto: Polícia Civil/Divulgação