Imagem: Reprodução

De acordo com o Código Penal Brasileiro (artigo 265), atentar contra a segurança ou o funcionamento de serviços de água, luz, força ou calor, ou qualquer outro de utilidade pública configura-se em delito, sujeito a detenção sem direito a fiança. Foi o que ocorreu nessa quarta-feira (12) em Tramandaí no Litoral Norte do estado. Um homem foi preso após policiais do Comando Rodoviário da Brigada Militar, que realizavam abordagens na estrada Interpraias (RS-786), identificarem que ele estava alertando sobre a barreira através do aplicativo WhatsApp.

O rapaz foi preso na empresa de zeladoria onde trabalha, após confirmação das informações – fotos, áudios e textos – pela Brigada. Em seguida, um foragido da Justiça tentou fugir da blitz dando marcha a ré no veículo que conduzia, mas acabou preso pelos policiais. A BM, no entanto, ainda não confirmou se o motorista teria sido informado pelo outro homem. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados.

Segundo a polícia militar, três pessoas já foram detidas pelo mesmo delito em diferentes regiões do estado, somente nos dois últimos meses.

Fonte: Brigada Militar