Nesta quinta-feira (13), começa a obra para a reforma do telhado do Terminal Triângulo, danificado pelo temporal que abalou a cidade em 2014 e que deixou a estação destelhada. O terminal receberá os serviços de fechamento e revitalização da estrutura e da iluminação. Essa reforma foi viabilizada pelo Termo de Conversão em Área Pública (TCAP), assinado pela prefeitura de Porto Alegre e o Grupo Zaffari no dia 15 de Janeiro, garantindo que a empresa possa abrir seu novo estabelecimento na Zona Norte da capital.

A primeira etapa da reforma, é a montagem do canteiro de obras e a mobilização da empresa executora. Em seguida, ocorrerá a remoção de estruturas danificadas, limpeza, pintura e instalação de telhas metálicas e em policarbonato.

O planejamento da obra, estabelecido em conjunto pela equipe da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana (Smim), empresa executora e Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), prevê a execução em trechos. “O objetivo da prefeitura é causar o menor transtorno possível para quem utiliza o Triângulo. Para isso, será feito um trabalho integrado e coordenado para que cada fase seja cumprida e vá sendo liberada para o fluxo de ônibus e usuários”, explica o secretário municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, Marcelo Gazen.

O Terminal Triângulo, na avenida Assis Brasil, Zona Norte da capital, é o mais importante terminal de ônibus urbano, dada as suas dimensões, volume de passageiros e importância para a rede de transporte coletivo da Região Metropolitana. Por isso a preocupação sobre o fim das obras é explicada pelo secretário “Recebemos três cotações de todos os serviços. Tínhamos o indicativo de que a obra fosse realizada em até oito meses, após a ordem de início. No entanto, com a definição da empresa executora, confirmamos que a estimativa de término dos trabalhos no terminal deve ocorrer em 150 dias, ou seja, até novembro”, informa Gazen. A recuperação está orçada em R$ 1.620.000,00.

*Com informações da PMPA

Foto: Cristine Rochol / PMPA