| Alice Ros |

Em pronunciamento na manhã desta quarta-feira (11), o candidato José Fortunati (PTB) abriu mão da candidatura à Prefeitura de Porto Alegre

“Me dói muito dizer isso, do fundo do meu coração, mas não vamos prosseguir nesta caminhada”, disse Fortunati. Na segunda-feira (09), o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) indeferiu a candidatura de André Cecchini (Patriota), vice da coligação “Porto Alegre somos todos nós”, por motivo de perda do prazo legal para filiação partidária.

Fortunati afirmou que em 18 de outubro, quando o registro da candidatura foi concedido, ainda havia prazo para substituição do candidato. Porém, com a publicação do acórdão pelo TRE, hoje, a coligação não teve tempo suficiente para protocolar o recurso. A decisão de recurso é aceita somente 20 dias antes do primeiro turno. 

Fortunati defendeu que a motivação da impugnação é política. “Tratou-se de uma decisão ilegal, uma decisão política. Foram preenchidas todas as conformidades para o registro do candidato”. Ele ainda frisou que, segundo pesquisas eleitorais, a chapa tinha grandes chances de avançar para o segundo turno. “O TRE contraria a lei, contraria uma resolução. Em uma semana decisiva para as eleições”, disse. 

Compartilhe essa notícia: