A Secretaria Municipal de saúde de Porto Alegre disponibilizou, em maio deste ano, mil doses de vacinas contra gripe para o Sindicato Médico do Rio Grande do Sul, o SIMERS. Segunda a Secretaria, na última semana o SIMERS devolveu 760 doses armazenadas em caixas de isopor e sem termômetro, portanto, não se sabem as condições térmicas e se as vacinas estavam adequadas para uso. Por causa disso, todas as doses foram inutilizadas.
Conforme da Vigilância em Saúde, estão em risco doses aplicadas pelo SIMERS a partir do dia 15 de junho, pois não se sabe se o controle de temperatura foi realizado depois desta data, nem se as condições de armazenamento foram adequadas.

 

Foto: Vigilância em Saúde/PMPA