O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, cumpre agenda no Rio Grande do Sul nesta quinta-feira (08). Esta é a primeira vez que Queiroga viaja ao Estado no cargo de chefe da pasta.

O primeiro compromisso do ministro foi durante a manhã, em Porto Alegre. Queiroga visitou o Instituto Cardiologia e recebeu um projeto de reforma da instituição, que também atua no tratamento de pacientes com Covid-19.

Mais tarde, o ministro visitou a Gerência de Ensino e Pesquisa, do Grupo Hospitalar Conceição, e o Hospital Nossa Senhora da Conceição.

Queiroga também participou de uma reunião com o governador Eduardo Leite (PSDB) e o prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo (MDB). O encontro tratou da priorização de vacinas contra Covid-19 para profissionais da educação.

Visita é marcada por protesto de profissionais da saúde 

Durante a visita de Queiroga ao Hospital Conceição, um grupo de profissionais da saúde protestou em frente ao local, que opera com 142,37% de lotação em unidades de tratamento intensivo (UTI).

Com cartazes e faixas pedindo vacinas e afirmando que “palmas não bastam”, a manifestação contou com o apoio de alunos do Diretório Central dos Estudantes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Ministério da Saúde autoriza 30 leitos de UTI no RS

O Ministério da Saúde autorizou, na quarta-feira (07), mais 30 leitos de UTI adulto no Rio Grande do Sul. As unidades são destinadas ao atendimento exclusivo de pacientes graves com Covid-19. Os leitos devem reforçar a estrutura hospitalar do Sistema Único de Saúde (SUS. 

Conforme a portaria publicada no Diário Oficial da União (DOU), Porto Alegre será beneficiada com as unidades. O valor do repasse mensal será de R$ 1,4 milhões, retroativo à competência de março. 

Foto: Reprodução/Twitter Sebastião Melo

Compartilhe essa notícia: