A partir desta quarta-feira, 1º de julho, a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) será emitida em uma nova configuração. De acordo com a Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran), a CNH terá um aspecto mais moderno e permitirá a utilização do nome social e da filiação afetiva do condutor. Outra mudança é a adição do código internacional utilizado nos passaportes, possibilitando ao condutor o embarque em terminais de autoatendimento nos aeroportos brasileiros.

As alterações eram previstas desde o mês de dezembro do ano passado, quando o Conselho Nacional de Trânsito publicou a Resolução nº 886, que regulamenta especificações, produção e expedição da CNH. Ainda que a substituição da CNH não seja obrigatória, ela será executada gradualmente em novas habilitações, renovações ou emissões de segunda via do documento.

A nova versão da carteira de motorista também apresentará uma tabela de identificação dos tipos de veículos que o condutor está apto a conduzir, além de trazer informações sobre a atividade remunerada do motorista e restrições médicas. Outra alteração feita foi as cores adotadas – além do usual verde, o amarelo fará parte do documento. Novos elementos gráficos que dificultem a falsificação e fraude também foram inseridos. Com um QR Code, a CNH poderá ser expedida em formato físico, digital ou ambos.

Compartilhe essa notícia: