A Polícia Civil deflagrou a Operação Sísifo, no combate a um grupo criminoso ligado ao tráfico de drogas no interior do Rio Grande do Sul. A ação ocorreu na manhã desta quarta-feira (28), em Júlio de Castilhos, Tupanciretã, Nova Palma, Santa Maria, Novo Hamburgo e Gravataí. Durante a operação, 27 pessoas foram presas, além disso houve apreensão de drogas, uma arma, R$ 11 mil em cheque e dinheiro e anotações do tráfico. Junto dessas apreensões, quase 250 litros de veneno, que haviam sido furtados, foram recuperados.

Em Tupanciretã apurou-se que uma organização criminosa controla o tráfico de drogas na cidade, sendo responsável por abastecer alguns pontos de venda de drogas em Júlio de Castilhos e em Nova Palma. “Ao longo das investigações sete pessoas já haviam sido presas por tráfico de drogas, em Tupanciretã. Grande da parte da droga vendida pelo grupo vem da região metropolitana, eis que são ligados a uma organização criminosa da região metropolitana”, explicou o delegado Adriano Rossi.

“É uma família formada pelo pai, mãe, filho, o atual companheiro da mãe e a namorada do filho. O pai, que está preso no Presídio Estadual de Júlio de Castilhos, comandaria as ações, contando com o auxílio do filho e da ex-companheira”, apontou a delegada Alessandra Padula. Segundo investigação, eles são suspeitos pela distribuição de drogas em Júlio de Castilhos, bem como de realizarem a venda direta para usuários.

“A família já foi investigada anteriormente, e em outras ocasiões foram apreendidos com os indivíduos drogas e objetos furtados. Esses objetos furtados seriam recebidos pela família em troca de drogas”, concluiu Padula.

Ao todo 27 pessoas foram presas, sendo 24 em razão do cumprimento das ordens judiciais e três delas em flagrante.