A Universidade Federal do Rio Grande do Sul entrou em contato com a Polícia Federal para informar uma possível ameaça, colocada em fóruns extremistas na internet. Na manhã desta quarta-feira (20), o diretor do Instituto de Matemática e Estatística da UFRGS, professor Elismar Oliveira, enviou um email, que circula na internet, falando sobre a situação.

Na mensagem, confirmada pela faculdade como sendo de autoria do professor, Oliveira informa que foi realizada uma reunião da reitoria com as diretorias de cursos para tratar do assunto. “…em conhecidos fóruns de ódio, certos indivíduos estariam elogiando os autores dos ataques veiculados na mídia. Ainda, haveriam conjecturando que o local ideal para ataques semelhantes seria o Campus do Vale e o detalhe mais perturbador é que um indivíduo destes teria dito que pretendia ‘matar as mulheres de exatas”, escreveu.

Imagem: Reprodução

Em grupos de universitários na internet, também circula um print que seria retirado de um destes fóruns. Na imagem, além de comentários com a ameaça relata pelo diretor, outro usuário ainda comenta a falta de segurança no campus, o que facilitaria o ataque.

Imagem: Reprodução

A assessoria de imprensa da Polícia Federal informa que recebeu a informação da UFRGS e está trabalhando no caso.

Logo após a chacina de Suzano, em São Paulo, a RDC TV mostrou que os assassinos paulistas buscaram orientações no fórum Dogolachan, na Deep Web, e que no mesmo fórum, o Rio Grande do Sul estava sendo citado como um possível alvo.

Membro de grupo extremista ligado à chacina de Suzano ameaça o Rio Grande do Sul

 

Foto: UFRGS/ Divulgação