A Polícia Civil prendeu um homem suspeito de violência doméstica na manhã desta quinta-feira (16), em Canoas. A ação foi realizada pela Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Canoas. A suspeita é de que o crime tenha sido feito contra a ex-companheira dele.

De acordo com a delegada Carolina Funchal Terres, as investigações tiveram início no dia sete de agosto, quando a vítima procurou a Polícia Civil em razão de agressões sofridas. “Na ocasião a vítima havia sido seriamente agredida, além de ter o celular e a carteira subtraídos pelo suspeito. Seis dias depois (13), ela retornou à delegacia e registrou uma nova ocorrência em razão de ameaças de morte que o ex-companheiro fez por meio de mensagens de celular”, relatou a delegada.

Durante a ação policial, o suspeito viu a chegada dos agentes e arremessou uma arma de fogo e o celular para o pátio vizinho ao seu. Além da arma de fogo municiada, um relógio sem comprovação de origem e quatro celulares foram apreendidos na residência do indivíduo.

Por causa dessas ações, o homem foi autuado em flagrante por posse irregular de arma. “No momento da prisão e na delegacia, o preso reiterou as ameaças de morte contra a vítima e/ou seus familiares”, acrescentou Carolina Terres. O preso possui diversos antecedentes pelos crimes de homicídio, tráfico de drogas, roubo a pedestre, posse e porte irregular de arma de fogo de uso restrito, ameaça, lesão corporal, desobediência, disparo de arma de fogo, furto/arrombamento de residência e estava em prisão domiciliar desde o dia três de julho.

 

Foto: Polícia Civil/Divulgação