A prefeitura de Porto Alegre apresentou, nesta quarta-feira, 18, a parceria firmada com o aplicativo Waze para compartilhar com usuários informações sobre circulação viária na Capital. A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) pretende utilizar a plataforma Waze for Cities para informar sobre bloqueios e, principalmente, comunicar eventos com impacto significativo na mobilidade.
O prefeito Nelson Marchezan Júnior afirma que a tecnologia dará mais transparência e possibilitará que a prefeitura se comunique melhor com os cidadãos. “Estamos agregando serviços por meio dessa parceria, mas já devemos pensar adiante para que possamos realmente quebrar paradigmas em Porto Alegre. Buscar aplicativos para caminhos a pé e de bicicleta, por exemplo”, diz ele. Marchezan observa que a mobilidade influencia na qualidade de vida das pessoas e que é preciso pensar fora da caixa para fazer entregas que beneficiem a população.

“O Waze também vai disponibilizar às autoridades gestoras de trânsito e aos socorristas informações de apoio ao planejamento, como a velocidade média das vias e as ocorrências que são reportadas no aplicativo pelos usuários”, explica o Secretário Extraordinário de Mobilidade Urbana de Porto Alegre, Rodrigo Tortoriello. “É mais uma entrega, que se originou em um pedido do prefeito, para usar a tecnologia e qualificar a mobilidade”, complementa Tortoriello.

“A adoção desta funcionalidade pelo município de Porto Alegre e a ampliação do volume de informações de utilidade pública a serem disponibilizadas permitirá uma interação quase que instantânea entre a Central de Controle da EPTC e a população, auxiliando os cidadãos nas tomadas de decisão sobre a sua mobilidade diariamente”, destaca Fábio Berwanger Juliano, diretor-presidente da EPTC.
“Desde a sua criação em 2008, o Waze evoluiu de um aplicativo de trânsito para um agente de mudança do tráfego e de inovação em mobilidade que conecta os usuários ao mundo ao seu redor”, diz Thais Blumenthal, líder global do Waze for Cities Data do Waze.

“Aproveitando insights dos seus usuários, dos editores de mapa, e dos vários parceiros de dados, o Waze continua uma base de conhecimentos de trânsito sem precedentes para tornar as vias mais seguras, conectadas e inteligentes”, conclui a executiva.

Presente no evento, o vereador Moisés Barboza destacou a visão inovadora da gestão Marchezan e reafirmou o compromisso da Câmara de Vereadores em apoiar as medidas apresentadas pelo governo.

Waze for Cities – É um programa gratuito de compartilhamento de dados bidirecional. O app fornece dados e permite que o parceiro local também insira informações em tempo real. Ele oferece aos especialistas em tráfego das cidades uma forma inovadora de acessar e analisar dados de forma simples e inteligente, capacitando-os a tomar decisões mais informadas que ajudarão os cidadãos a se movimentarem melhor. Diversas outras cidades no Brasil e no mundo já são parceiras do Waze, como Washington D.C, Miami, Rio de Janeiro, São Paulo, Juiz de Fora e Joinville.
Durante a realização da Copa América, a ferramenta foi testada com sucesso. Ela disponibilizou ao público informações sobre as vias no entorno da Arena do Grêmio, que estavam bloqueadas para a circulação durante os jogos. Por meio da plataforma é possível inserir os horários de início e de fim dos bloqueios, bem como os sentidos de circulação que serão afetados.
Também participaram do evento o secretário-adjunto de Mobilidade Urbana, Nelcir Tessaro, o diretor de Operações da EPTC, Paulo Ramires, o diretor técnico da EPTC, Marcelo Hansen, o gerente de desenvolvimento e inovação da EPTC, Augusto Langer, e a coordenadora de tráfego da EPTC, Julia Freitas, e o diretor da Associação Comercial de Porto Alegre, Jorge Ribeiro.
Foto: Ricardo Giusti / PMPA