A poucos dias da Black Friday, que ocorre em 29 de novembro, o Procon Porto Alegre vem monitorando o preço dos produtos que costumam ser mais buscados nos portais brasileiros de e-commerce. Desde o início de outubro, o órgão da prefeitura responsável pela defesa do consumidor já realizou cinco levantamentos de valores de eletrodomésticos e eletrônicos portáteis. Confira aqui a tabela comparativa.
Segundo a diretora-executiva do Procon Porto Alegre, Fernanda Borges, as lojas físicas não têm a obrigação de oferecer preços equivalentes aos das lojas on-line. O importante é que os descontos anunciados realmente sejam efetivos. Por isso, no dia da Black Friday, fiscais do Procon estarão presentes em estabelecimentos do varejo físico para verificar se as ofertas anunciadas correspondem à oscilação de  fato dos preços.

Fernanda Borges destaca que é importante o próprio consumidor acompanhar as variações de preço dos produtos que deseja adquirir. “Pretendemos realizar mais dois monitoramentos de preços antes da Black Friday, mas os resultados obtidos até agora já certificam a importância de compará-los, pois a variação é expressiva”, diz.

Dicas:
– Faça uma lista com os produtos que deseja comprar. Ela servirá para evitar a compra por impulso
– Procure acompanhar a evolução dos preços até o próximo dia 29 para saber se a compra é realmente vantajosa
– O consumidor deve pesquisar previamente se os sites são seguros, bem como verificar a política de troca, devolução de produtos e prazos de entrega
Atendimento – O atendimento do Procon Porto Alegre é exclusivo para residentes no município, que podem registrar reclamações diretamente pelo site do Procon, pelo atendimento eletrônico  ou pessoalmente na rua dos Andradas, 686, no Centro Histórico. O funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. São distribuídas 80 fichas diárias, com atendimento por ordem de chegada. O consumidor também pode realizar o agendamento prévio para o atendimento presencial no site, sendo fornecidas 11 senhas diárias.