Os primeiros quatro dias do 26º Bento em Dança foram marcados por uma programação de oficinas e jornada de concursos focada no Ballet Clássico e Contemporâneo. Na noite desta terça-feira, 9 de outubro, o palco deu lugar a coreografias de Danças Urbanas, Populares (folclore, a caráter, étnicas e dança de salão), Sapateado, Jazz e Estilo Livre, que seguem até sexta-feira, 12. O sábado, 13, reserva a noite de Gala com apresentação dos premiados de 2018 e entrega das bolsas aos destaques do festival.

“O Bento em Dança desde sempre foi palco de todo tipo de manifestação cultural. Desde o início, abrimos espaço para todos os gêneros de dança. É lindo ver essa mistura, integração em torno da dança. Uma oportunidade única para quem aprecia a arte do movimento”, destaca a presidente do Bento em Dança, Erci Grapiglia.

Outra atração do Bento em Dança que sempre seduz a comunidade é a Mostra Aberta. Este ano, as apresentações no palco montado na Via Del Vino, no Centro da cidade, estarão concentradas na tarde desta quarta-feira, 10, a partir das 16h, integrando a programação da Feira do Livro de Bento Gonçalves.

 

E para quem aprecia Hip Hop, na sexta-feira, 12, às 14h, acontecem as Batalhas no Pavilhão E do Parque de Eventos de Bento Gonçalves. É quando os dançarinos participam de competições que geralmente são realizadas num espaço de dança que se forma naturalmente. Ao final de cada exibição, os jurados já apontam o escolhido.

 

A dança na escola

Cerca de 150 adolescentes do Ensino Médio da Escola Estadual Mestre Santa Bárbara, participaram na manhã de hoje, 10, de uma aula de Danças Populares com o especialista no gênero, Gustavo Côrtes, que integra o quadro docente e de jurados do festival. A escola foi escolhida levando em conta sua intensa atividade com a realização da Tertúlia, em sua 10ª edição. À noite, duas turmas da escola abrirão a programação do concurso, na Noite das Etnias, com apresentações do folclore gaúcho.

Amanhã, 11, às 10h, será a vez de 150 crianças de 8 a 12 anos irem ao festival para viver a experiência de uma aula de Danças Urbanas com o professor André Pires. São alunos do Centro de Atendimento à Criança e ao Adolescente (Ceacri) Balão Mágico, do bairro Aparecida, e da Escola Municipal Félix Faccenda, do Jardim Glória.

Em 26 edições, o evento já reuniu, sempre no mês de outubro, mais de 150 mil bailarinos de mais de 20 países, contribuindo para a promoção da dança como expressão artística, além de estimular a integração de povos e culturas. Este ano serão cerca de 500 coreografias num total de 32h de espetáculos em oito noites. Durante o dia, 69h de aula, sendo 36h na Fase A e 33h na Fase B. Alex Neoral, André Rockmaster, Bárbara Rey, Cícero Gomes, Cláudia Zaccari, Edson Santos, Gustavo Côrtes, Luiz Fernando Bongiovanni, Moacir Corrêa, Monique Paes e Teresa Augusta. Estes são os nomes dos professores do 26º Bento em Dança. Eles têm dupla jornada, ministrando aulas durante o dia e avaliando as coreografias à noite.

PROGRAMAÇÃO

Via Del Vino – Centro da cidade

Dia 10 (16h) – Mostra Aberta

Pavilhão E do Parque de Eventos de Bento Gonçalves

Dia 10 (19h) – Danças Populares, Estilo Livre, Jazz

Dia 11 (19h) – Danças Populares, Estilo Livre, Jazz

Dia 12 (14h) Batalhas de Hip Hop (entrada gratuita)

(19h) – Danças Populares, Estilo Livre, Sapateado, Danças Urbanas

Dia 13 (19h) – Gala de Encerramento com apresentação dos premiados de 2018

 

SERVIÇO

Quando? 6 a 13 de outubro de 2018

Onde? Pavilhão E do Parque de Eventos de Bento Gonçalves

Horário: a partir das 19h

Ingressos: R$ 20 no local

Números do 26º Bento em Dança

Coreografias: 500

Horas de espetáculos: 32h em oito noites

Participações: 5.200

Oficinas: 19

Horas de aulas: 69h – 36h Fase A – 33h Fase B

 

Fonte: Conceitocom Brasil

Foto: Kauê Camargo