O menino estava com sua mãe, em frente ao Palácio dos Festivais. Em suas mãos, um cartaz em que se declarava fã de Bruna Marquezine e pedia uma foto. O que o garoto não imaginava era o desafio que seria tirar uma foto com a atriz. Logo que ela chegou ao tapete vermelho, jornalistas e fãs disputaram espaço por um clique, um vídeo, uma palavra da musa.

Marquezine é a protagonista do longa “Vou nadar até você”, o primeiro filme em que ela ocupa o papel principal. E mesmo acostumada a desfilar e brilhar em tapetes vermelhos por todo o mundo, a atriz vê o Festival de Cinema de Gramado como algo diferente. “Uau , é muito diferente de tudo que eu já vi, de tudo que eu já vivi, é muito intenso”, analisou, enquanto continuava cercada por uma multidão.

Outro ponto importante para a atriz foi a presença da sua família na estreia. “Hoje eu tenho pessoas muito importantes comigo. Meus pais estão aqui. Estou muito ansiosa para ver o filme nascer e como vai impactar nas pessoas. Espero que a personagem e o filme impactem positivamente na vida das pessoas”, analisou.

O longa de Klaus Mitteldorf foi rodado em cinco semanas e conta a história de Ophelia, uma jovem que acredita ter descoberto quem é seu pai. Ela envia uma carta, avisando que sairá de Santos com destino a Ubatuba para encontrá-lo. Detalhe, ela fará a viagem a nado.

Antes do filme começar a passar na telona, Bruna Marquezine fez um discurso em que novamente lembrou dos pais. “Estou feliz. Imensamente feliz por ser artista. Feliz porque tenho os meus pais aqui comigo para ver a minha estreia no cinema: um momento que eu também sonhei por muito tempo”, afirmou.

 

Foto: Edison Vara / Agência Pressphoto