Com máquinas fotográficas em punho, 20 alunos da Escola Estadual de Ensino Fundamental Cidade Jardim, no bairro Nonoai, saíram às ruas na tarde dessa quinta-feira, 13, com a missão de buscar um novo olhar sobre a região em que se localiza a escola, observando a fauna e flora.

Desenvolvido pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade (Smams), o Projeto DiverCidade se propõe a integrar o uso de ferramentas tecnológicas, como a fotografia, com a educação ambiental, unindo teoria e prática. “A ideia é que os alunos estejam abertos a ver a diversidade da cidade, observando o entorno da escola como um novo ambiente ”, explica Rogério Machado, da equipe da Unidade de Educação Ambiental.

Antes de saírem a campo, os alunos do quarto ano receberam informações sobre arborização, espécies mais comuns na região, diferença entre árvores nativas e exóticas, descarte de resíduos, além de breves noções sobre fotografia. “A experiência foi muito legal, porque a gente vem todo dia aqui, mas não percebe estas plantas e animaizinhos que hoje fotografamos”, afirmou a aluna Fabiana, de 9 anos.

Num segundo momento, a equipe da Unidade de Educação Ambiental retornará à escola para concluir a atividade. As espécies fotografadas serão identificadas e será organizada uma exposição com as fotos dos alunos.

“A atividade foi nota 100. Uma coisa é a teoria em sala de aula e outra coisa é esta interação, com os alunos na rua, vendo as árvores e as plantas, com sua diversidade de cores, tamanhos e texturas, concluiu a professora Terezinha Souza.

 

Reportagem: Aline Czarnobay/PMPa

Foto: Rogério Machado/SMAMS PMPA