Depois de ser entregue revitalizada à população, há um mês, a Praça da Alfândega está pronta para receber a 65ª Feira do Livro, que começa nesta sexta-feira, 1º, às 18h30 e se estenderá até 17 de novembro. A programação terá a presença de mais de 2 mil autores gaúchos, mais de 600 sessões de autógrafos e mais de 500 atividades, entre encontros, conversas e debates. A patrona deste ano é a escritora, professora e contadora de histórias Marô Barbieri.

Aos sábados, a feira vai funcionar a partir das 10h. Nos outros dias, as bancas da área infantil estarão abertas das 9h30 às 20h30 e os setores geral e internacional, das 12h30 às 20h30. A Prefeitura de Porto Alegre estará representada com o Estande Institucional, aberto das 14h às 19h (veja programação abaixo) e com atividades desenvolvidas pelas secretarias municipais da Cultura (SMC) e de Transparência e Controladoria (SMTC). O tema do estande é “Uma cidade não se desenvolve sem educação. E a educação não acontece longe dos livros”.

No espaço da SMC, o público encontrará mais de 45 títulos à venda com preços acessíveis. Entre eles, estão Viva o Centro a Pé – Coleção Memória Cultural (2016); Cecília que Amava Fernando, de Caio Riter (2016); O Almanaque do Lupi, de Marcello Campos (2015); A Sombra de Clara, de Marcos Fernando Kirst (2015); e A Caixa de Alvinho”, de Carlos Urbim (2015). A SMC vai administrar ainda uma banca onde haverá obras financiadas por fundos da Secretaria.

Já no estande da SMTC, estarão disponíveis a Central do Cidadão (portal de entrada dos serviços de Porto Alegre), o sistema de ouvidoria, serviços oferecidos pelo telefone 156 e o aplicativo #EuFaçoPoa. O local também será ponto de encontro e de partida de dois passeios orientados, promovidos pela SMC. O primeiro está previsto para sábado, 9, com o tema Mapa Literário de Porto Alegre e visita ao Paço Municipal. O segundo será no sábado seguinte, 16, quando os participantes conhecerão o Museu de Percurso do Negro.

 

Reportagem: Cleber Saydelles/PMPA

Foto: Maria Ana Krack/PMPA