A Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul informou por meio de nota em seu site que, desde a quarta-feira, o Corpo de Bombeiros está auxiliando no atendimento às ocorrências decorrentes das enchentes na Fronteira Oeste do Estado.

Segundo os Bombeiros, até a última sexta- (11), 70 situações já haviam sido atendidas. Em Uruguaiana, foi realizado o corte de árvores e a remoção de potenciais fontes de perigo, como muros em risco de queda. Já em Alegrete, nove equipes estão de prontidão para atender qualquer alerta.

“Conseguimos minimizar grande parte dos problemas apresentados e liberar o acesso às vias públicas, o que é vital neste tipo de situação. Como a previsão é de chuva para os próximos dias, iremos manter as demais células da FR2 de prontidão, com atenção especial para ocorrências que possam atingir o perímetro urbano de Alegrete”,afirmou o  coronel Lúcio Alex Ruzicki, subcomandante dos Bombeiros, que coordena a ação.

A FR2, que ele cita, é a Força de Resposta Rápida, formada por unidades denominadas células. Ao todo, a corporação conta com 12 equipes titulares e outras 12 equipes reservas, compostas por bombeiros especializados em missões de busca, salvamento e resgate urbano e rural. Seus integrantes pertencem efetivo orgânico dos batalhões de área, mas devem estar sempre a postos para uma eventual convocação.

 

Foto: CBMRS/Divulgação