Novo centroavante do Inter, Braian Romero já conquistou, pelo Defensa y Justicia, o título que o colorado tanto mira nesta temporada: a Copa Sul-Americana. Em sua apresentação, no início da tarde desta sexta-feira (29), no Beira-Rio, o argentino de 31 anos se mostrou motivado para ser novamente campeão deste torneio.

“No Defensa [y Justicia] tive oportunidade de fazer vários gols nessa competição. Foi o que mais me seduziu, vir aqui ao Inter, com o projeto desportivo e as conquistas que o clube quer e todos desejamos. Vendo meus companheiros, estão trabalhando por este objetivo de conquistar e dar alegria para toda gente do Inter”, revelou. Além de campeão, Romero também foi artilheiro da Sul-Americana de 2020, com 10 gols.

Mas se engana quem pensa que o atacante sempre foi esse jogador de definição e presença de área. Até chegar ao Defensa y Justicia, onde foi comandado por Hernán Crespo, Romero atuava pelas beiradas. “Ele estava me olhando nos treinamentos, me disse que tinha movimentos interessantes, que fazê-los pela beirada era um desperdício. Começou a me colocar de centroavante. Fiz 3 gols em um treinamento, e ele não me tirou mais”, contou.

Romero chega para brigar pela titularidade no ataque colorado com Alemão e Mikael, outro recém chegado. O argentino enxerga uma disputa sadia e com jogadores de estilos diferentes. “Fui buscado pelas minhas características. Creio que Alemão e Mikael, que chegou agora, tem distintas características. Vamos dar variantes para a equipe, e isso é bom. E também gera essa competição que o plantel tem que ter para o que esteja em campo nunca relaxe, e os que estejam fora sigam trabalhando para estar entre os 11”, avaliou.

Romero vestirá a camisa 9 do Inter, e já foi regularizado no BID da CBF. Desta forma, legalmente está apto para jogar contra o Atlético-MG, domingo, pelo Campeonato Brasileiro. Pelo pouco tempo de casa, no entanto, é mais provável que sua estreia aconteça contra o Melgar, na quinta-feira, pela partida de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana.

Foto: Ricardo Duarte/SC Internacional

Compartilhe essa notícia: