O Inter foi derrotado pelo Athlético-PR, no Beira-Rio, e viu o adversário comemorar o título de campeão da Copa do Brasil em Porto Alegre. Após perder a partida de ida por 1×0 na última semana, o time de Odair Hellmann foi batido por 2×1, nesta quarta-feira (18).

Precisando reverter o placar, o Inter tentou pressionar com a ajuda do torcedor que lotou o estádio, mas quem saiu na frente foram os paranaenses. Logo no primeiro contra-ataque que conseguiu encaixar, Rony encontrou Marco Ruben na área, o centroavante ajeitou para Léo Cittadini dominar e vencer Marcelo Lomba.

O Colorado conseguiu empatar com Nico López. O uruguaio cobrou escanteio e após a confusão na área, conseguiu pegar o rebote e mandar para o fundo da rede. Após o gol, o Inter até tentou, mas não conseguiu criar jogadas de perigo no primeiro tempo.

Na segunda etapa, Odair Hellman sacou Patrick e colocou Rafael Sobis. A mudança, no entanto, não teve um resultado positivo e, embora o Inter ficasse mais com a bola, era o Athlético que leva perigo com os contra-ataques.

E foi justo em um contra-ataque que aconteceu o tiro de misericórdia. A partida já estava nos acréscimos quando Marcelo Cirino, ex-Inter, fez uma grande jogada e tocou para ROny, dentro da área, empurrar para o gol e confirmar o título Athleticano.

 

Foto: Twitter/ Reprodução